Relatório de atividades desenvolvidas durante a licença para pós-doutorado

2 minuto(s) de leitura

Objeto

Este relatório apresenta as atividades desenvolvidas durante a licença para pós-doutorado implementada neste processo, com início da vigência no dia 20 de agosto de 2019 e interrupção efetivada a partir do dia 24 de março de 2020.

Descrição

As atividades de pesquisa foram desenvolvidas junto ao Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra (CES–UC), em interlocução com o Dr. Tiago Castela, investigador permanente do CES. Após período de adaptação e instalação, dei início à pesquisa em 4 de setembro, data em que me foi concedido o acesso às bibliotecas da Universidade de Coimbra.

Nos dias 17 e 18 de outubro de 2019, participei como ouvinte do seminário Nueva arquitectura vernácula, realizado na Universidad Politécnica de Madrid. Em 11 de dezembro de 2019, apresentei resultados preliminares do projeto de pesquisa em comunicação intitulada “Saberes portugueses no urbanismo do Brasil no século XIX”, no âmbito da IV oficina (colóquio) Paisagens de Influência Portuguesa realizada no CES-UC.

No período de 10 a 24 de janeiro de 2020, realizei pesquisas bibliográficas e de arquivos na Itália, valendo-me do acervo da Biblioteca nacional central em Roma e do arquivo da Biblioteca municipal Poletti, em Módena. Nesta última, consultei e reproduzi parte do acervo do arquiteto Saverio Muratori (1910–1973). Na Universidade de Ferrara, estabeleci diálogo com o prof. Dr. Gabriele Tagliaventi, coordenador do laboratório CivicArch.

A pesquisa realizada até março de 2020 resultou em dois resumos aprovados para apresentação em congressos científicos internacionais: a comunicação “Literary History as a Model for Architectural Traditionalism in Portugal and Brazil” foi aprovada na conferência da International Association for the Study of Traditional Environments que terá lugar em Nottingham, em abril de 2021, e a comunicação “Death and Life of ‘Operative History’” na conferência da European Architectural History Network, que terá lugar em Edimburgo, em junho de 2021 (ambas ocorreriam em 2020, mas foram postergadas devido à pandemia).

O plano de trabalho previa vinculação, também, à Università degli studi di Roma “Tor Vergata”. Contudo, os trâmites burocráticos para recadastramento da universidade no novo sistema italiano de imigração inviabilizou a concessão de visto em tempo hábil. Desta feita, o vínculo institucional foi feito unicamente com a Universidade de Coimbra.

O estabelecimento de quarentena, isolamento social, e o encerramento ou severa restrição de atendimento ao público em diversas instituições, incluindo bibliotecas e arquivos, obstou a continuidade das atividades a partir da segunda metade de março de 2020. Tais circunstâncias motivaram o pedido de interrupção da licença.

Conclusão

Nos termos apresentados acima, as atividades previstas no plano de trabalho foram realizadas proporcionalmente ao período de execução do plano e de duração da licença. Resta a cumprir uma etapa final de coleta de fontes primárias e levantamento de campo no centro de Portugal, que deverá ser executada assim que as condições de acesso a arquivos e órgãos públicos se normalizem.

Referência