Instrumentos e materiais de desenho

2 minuto(s) de leitura

Para fazer as atividades da disciplina, você vai precisar de um conjunto básico de instrumentos de desenho arquitetônico e de papel.

  • Uma superfície lisa e macia para desenhar: prancheta portátil ou de pé, mesa de jantar ou tábua em MDF com bordas retas (para poder apoiar a régua “T” nas bordas); a mesa ou prancheta deve ser encapada com plástico ou com uma folha grande de papel grosso (Bristol ou Supremo) para oferecer uma superfície suave debaixo do papel de desenho.
  • Régua paralela ou “T”, par de esquadros (45° × 45° e 30° × 60°), compasso, gabarito de círculos (“boloteiro”) e escalímetro de 30 cm.
  • Lápis de grafite: um de cada HB, H e 2H para croquis e arte-final dos desenhos; um lápis 4H ou 6H, conforme o seu gosto, também é indicado para fazer o traçado regulador de desenhos técnicos; borracha e apontador de qualidade.
  • Dica: um lápis de verdade, bem apontado o tempo todo, sempre vai dar um traço mais preciso, forte, versátil e de melhor qualidade, do que uma lapiseira! A qualidade do traço é especialmente importante para dar um bom resultado na digitalização.
Tabela 1: Equivalência entre lápis e lapiseiras
Lápis HB substitui as lapiseiras 0.7 e 0.9
Lápis H substitui a lapiseira 0.5
Lápis 2H substitui a lapiseira 0.3
Papel da entrega

Para as entregas finais de cada trabalho, você vai precisar de uma ou duas folhas de papel branco (não creme!), opaco, tamanho A3 (297 × 420 mm). O papel adequado para desenho técnico arte-finalizado a lápis deve ter um grão (textura) suave e “peso” entre 150 e 250 g/m²; esse número costuma estar indicado na capa do bloco de papel ou na etiqueta da prateleira na papelaria.

Dependendo da marca, esses papéis são vendidos com os nomes Bristol, C à grain (também conhecido como “papel Canson”), papel sketch ou dessin; toque algumas folhas diferentes antes de comprar para ver qual lhe agrada mais.

Papéis mais “pesados” do que o Bristol, como o papel de aquarela (300 g/m² e mais), em geral não compensam o preço para as necessidades da nossa disciplina.

Não use papel de cor creme (ou em outras cores), com acabamento lustroso ou muito liso (papel layout, Supremo, cartolina, etc.) — é muito difícil apagar ou mesmo manusear esses papéis sem deixar marcas, e é quase impossível evitar reflexos na hora de fotografar ou digitalizar o desenho.

Papel de rascunho

Use o que for mais confortável e acessível para você! Não tenha vergonha de fazer croquis em papel quadriculado se parecer mais fácil.

Um rolo ou bloco de papel manteiga (de papelaria, não de cozinha) é bom para experimentar variações em cima de outras variações. Senão, use uma janela como “mesa de luz”.

Acostume-se, também, a levar sempre consigo um caderno ou bloco de papel de boa qualidade para rabiscar ideias a qualquer momento.

Desenho

Respeite as convenções de desenho arquitetônico que usaremos nesta disciplina. Elas são ligeiramente diferentes do que você vai usar na disciplina de Desenho Arquitetônico.

Entrega digital

Veja aqui algumas dicas para entregar o seu desenho no Moodle com a melhor qualidade possível.

Maquetes

Indicações de ferramentas, materiais e técnicas para execução das maquetes podem ser encontradas nesta página.

Atualizado em: